Bumerangue recomenda

o pessoal do Nova Corja anda fazendo uma cobertura bem bacana das eleições 2006, cobrindo até comício dos vermelhinhos. Bumerangue recomenda.
segunda - 31 de julho, 21h10


Você é bonita

eu tava guardando isso para dezembro, quando rolam as listinhas de melhores e piores do ano, mas os ingleses se adiantaram e confirmaram que eu não sou o único que pensa assim.

Prêmio disco arranhado 2006
James Blunt
(you´re beautiful/you´re beautiful/you´re beautiful/you´re beautiful/you´re beautiful...)
domingo - 30 de julho, 18h05


Da série "Piadas que eu gostaria de fazer, mas não faço porque tenho vergonha"

eu conheço um cara chamado Israel. ele tem um namorado. se eu o encontrasse na rua hoje, eu perguntaria:

- e aí, Israel! como é que vai o Líbano?

podem xingar.
sexta - 28 de julho, 11h52


Não tem nada de podre nesse reino

"Dinamarca é o lugar mais feliz do mundo, diz relatório britânico"

duvido. mais aqui.
sexta - 28 de julho, 11h48


Work, work, work

- oi! qual teu nome?
- trabalho. prazer.
quarta - 26 de julho, 19h43


Aprendendo a falar mineiro

c sa q os o ons passa?

*você sabe que horas o ônibus passa?
fonte: gabriel, de BH, assíduo leitor deste blogue.
sábado - 22 de julho, 15h37


Esforço em vão

se lembram do Dia mundial do pulo? aquele em que milhões de pessoas no mundo inteiro iam pular durante dois minutos, às 7h39 (horário de Brasília) do dia 20 de julho, a fim de alterar a órbita terrestre e corrigir algumas cagadas atmosféricas que a humanidade tem feito nas últimas décadas? então. eu pulei. e não aconteceu nada.

o Líbano continua em chamas, São Paulo também, Brasíia continua podre, Porto Alegre continua quente e eu continuo pobre. eu realmente achava que ao me juntar aos milhões de terrestres que resolveram pular todos ao mesmo tempo a minha vida ia mudar. que ingênuo eu fui.

agora eu fico aqui pensando: imagina se eu fui o único que pulou. que vergonha.
sexta - 21 de julho, 17h12


The Lebanon

eu não tenho nada a dizer sobre a situação no Líbano, mas o Human League tem.


quarta - 19 de julho, 21h50


Atualizações

aconteceram algumas coisas legais na última semana:

1) um grande amigo reapareceu do limbo, retomamos o contato e parece que não se passou nem um dia. isso é sempre bom;

2) a Stereoplasticos tocou na FM Cultura no sábado à noite e tem dedo meu nisso;

3) no domingo, fui ver o prédio que meu irmão vai habitar muito em breve e juntos descobrimos que fica em frente ao fã clube do Mano Changes;

4) no mesmo dia, fomos ao Zelig e pude ensaiar uns passos novos ao som de Michael Jackson, Stevie Wonder e Donna Summer;

5) comecei a me tornar assíduo no Dometila, o café mais interessante do Moinhos;

6) "no próximo bloco: Rodrigo - vida e obra."
quarta - 19 de julho, 20h30


Capas do mundo

o blogue da mel sempre tem umas informaçõezinhas e comentários bacanas sobre novidades da internet e da informática, desde bobagenzinhas do Youtube a sites importantes e desconhecidos, como esse aqui, que diariamente traz as capas de diversos jornais do mundo inteiro - incluindo Diário Gaúcho, Zero Hora e outros periódicos daqui do Rio Grande. passem lá, vale a visita.
sábado - 15 de julho, 22h10


Ego na passarela

a televisão nunca explorou tanto o formato dos programas de competição quanto nos últimos anos. é Big Brother, American Idol - e o brasileiro Ídolos -, Changing Rooms, Dancing With the Stars e, o melhor de todos, Project Runway.


Eles costuram e a loiraça aí corta fora

Project Runway é um programa americano em que 12 pretensos estilistas competem entre si pela elevação à suposta categoria de "o próximo grande estilista americano". a cada semana, os concorrentes têm que cumprir tarefas, como fazer um vestido de festa para uma socialite de NY, e se submeterem à avaliação de juízes do alto escalão do mercado de moda americano. tudo registrado pelas câmeras, óbvio. e o barato desse programa é que, como todos os autodeclarados reality shows, não tem roteiro, mas tem todos os elementos de uma novela: drama, vilões, heróis, paixão, inveja e até umas sabotagens bem baixo nível. só que Project Runway é o melhor do gênero porque ele se vale de características comuns a todos os estilistas - o orgulho e o egocentrismo - para provocar os atritos necessários a uma história cheia de drama e competição.

o programa, que é apresentado pela ex-modelo Heidi Klum - autora do genial bordão "in fashion, or you´re in or you´re out" -, tá encerrando a sua segunda temporada e o estilista para quem eu estava torcendo, o Nick Verreos, já foi eliminado. na primeira temporada, eu também não dei sorte: a Kara Saun chegou na final mas o Jay McCarroll levou a melhor. e eu acabei de dar uma consultada no Answers.com e descobri quem ganha a segunda temporada - que foi exibida nos EUA no início do ano. não fiquei desapontado com o resultado, mas definitivamente não era a minha segunda opção.

na verdade, nem importa tanto assim quem ganha o concurso. o Jay ganhou na primeira temporada, mas até agora ninguém ouviu falar dele de novo. e nem me importa muito também se o programa realmente dá algum futuro profissional para o vencedor. o legal mesmo é ver o desfile de egos dos estilistas que perdem a cabeça por tão pouco e têm sonhos tão altos que passarela nenhuma os sustenta. além do que, é engraçado perceber que tem gente que acredita realmente que participar de um reality show é sinônimo de fama eterna. mas o desespero deles é a minha diversão. e a dos muitos fãs da série também.

que venha a terceira temporada.
sábado - 15 de julho, 16h36


Lendas no MSN

dani:
- tava lavando o chão da cozinha de salto alto
eu:
- hehehehehehehe. rica
- fina. é que eu usei água quente e eu não tenho galocha
- só salto alto
- cê já viu mulher rica e fina usando galocha?
- não, mas uma vez eu vi uma mulher com os pés virados pra trás de galocha. tipo aquele cara da lenda... aquela lenda brasileira, tá ligada, do cara que tinha os pés pra trás... como era o nome dele?
- curupira
- boi tatá
- curupira
- não, não
- o boitatá era a cobra dos olhos de fogo
- não, dani. essa era a mula sem cabeça
- eu sou autoridade no assunto, meu pai já viu boitatá
- mas por que que tu usou água quente pra lavar o chão?
- tava uma caca de gordura... achei que não ia fazer mal
- gordura de quê? de boi tatá?
- nesta cozinha não entra bicho, vitor. eu sou vegan
- mas o boi tatá não é bicho, dani. é um cara com os pés virados. o boi tatá é gente que nem a gente
- o curupira é o cara dos pés virados. o saci é que é gente que nem a gente
- mas ele é moçambicano, tá ligada? é preto e perdeu uma perna numa mina terrestre
sexta - 14 de julho, 22h11


Como manter aquele piá chato distante do computador pelo resto da vida


segunda - 10 de julho, 22h12


Quem tem boca que se cuide

nessa Copa do Mundo, fomos apresentados a uma mídia inovadora que vai revolucionar para sempre a cobertura jornalística de eventos. não, não falo da televisão digital, mas da leitura labial. é muito mais importante e necessária.

***

aqueles profissionais de leitura labial da Globo bem que poderiam estagiar um tempo em outro lugar, né? algo bem bacana, que tenha muita conversa paralela, cochicho entre-lábios e coisas do gênero. um lugar, tipo assim, Brasília né?
segunda - 10 de julho, 17h56


Pintos no MSN

eu:
- tu sabe a letra em português de frere jacques?
dani:
- pô, eu sabia... está dormindo, está dormindo/frei joão, frei joão/tocam os sininhos, tocam os sininhos, ding ding dong. ou coisa assim.
- bá, eu conhecia BEM diferente. algo assim: frere jacques, fere jacques/onde estão?/aqui estão/eles se conhecem/eles se conhecem/e se vão/e se vão. tá muito ruim?
- me lembra a letra dos dedinhos. que aliás tem mesmo a melodia de frere jacques
- bá, é verdade
- polegares polegares/onde estão, aqui estão/ eles se saúdam, eles se saúdam/ e se vão e se vão
- bá, mas era isso aí mesmo que eu tentei cantar. confundi tudo. e tem a outra dos dedinhos, lembra? algo assim: meu mindinho amarelinho/tá aqui na minha mão/na minha mão... lembra?
- peraí, vitor, não era pintinho? pintinho amarelinho?
- não, não
- eu conheço pintinho. até o gugu cantava
- mas porque tu vai botar um pinto na mão?
- não pergunta. mas era pinto, vitor. tinha até um trecho da música que falava: ele bate as asas/ele faz piu piu/mas tem muito medo é do gavião.
- ah, não. agora é tu que tá confundindo
- ah perae. vou perguntar pro oráculo... http://www.bebenet.com.br/musicas/pintinho.html
- peraí, não posso ver putaria agora. mermão tá aqui.
quinta - 6 de julho, 21h35


Fim da Copa e do primeiro semestre de 2006

só para provar que nós daqui da redação do Bumerangue! (eu sei que alguns de vocês ainda estranham quando eu digo "nós daqui da redação", mas vão se acostumando, negada) não somos tão alienados assim em matéria de futebol, dividimos com todos os franceses a alegria por ter passado a perna nos brasileiros facinho, facinho. de novo.

(eu não divido tristeza com brasileiro nenhum porque eu gosto é de jogar em time que tá ganhando)

***

promessas para o segundo semestre:
1) comprar uma agenda. ou melhor, usar a que foi comprada há dois anos;
2) deixar o cabelo crescer. o da cabeça;
3) comprar um MP3 player;
4) não ter vergonha de dizer que um certo jogador brasileiro ficou bonito com os quilos a mais, apesar das críticas de quem não entende que ele é sensível e somatiza tudo que rola na cabeça, por isso que engorda, tem problema no joelho e convulsão antes de finais de Copas do Mundo (como a de 1998).

comecei e terminei com futebol. isso nunca havia acontecido aqui, antes.
sábado - 1° de julho, 22h12



praticamente
eu no corel.


instigar
enfim, sei lá
repolhópolis
passeio noturno
la vie jetable
groundhog day
caderno de vidro
só pra chatear
perturbação
macho pero no mucho
grave
história da minha vida

vitor.diel@gmail.com

arquivo 32
arquivo 31
arquivo 30
arquivo 29
arquivo 28
arquivo 27
arquivo 26
arquivo 25
arquivo 24
arquivo 23
arquivo 22
arquivo 21
arquivo 20
arquivo 19
arquivo 18
arquivo 17
arquivo 16
arquivo 15
arquivo 14
arquivo 13
arquivo 12
arquivo 11
arquivo 10
arquivo 09
arquivo 08
arquivo 07
arquivo 06
arquivo 05
arquivo 04
arquivo 03
arquivo 02
arquivo 01