Xibom Bombom

Clássico anos 90, pré-Bolsa Família.

E ah, tá!, que essas minas sabem tocar alguma coisa.

Mas temos que ressaltar a habilidade poética dos autores. Rimar hereditária com precária em Axé Music não é qualquer bobagem.
sexta - 30 de janeiro, 12h27


Asneira

"Sarah Sheeva, filha de Baby do Brasil e Pepeu, lançou o livro Onde foi que eu errei?. Conforme Ancelmo Gois, Num capítulo, diz que 'homossexualismo não é herança genética, mas causado por erros dos pais, muitas vezes pela ausência'".

Da Publishnews.
quinta - 29 de janeiro, 15h33


Vida (ou aquilo que acontece entre um projeto e outro)

Reality show. Entrevista para emprego. Caminhar pela cidade. Filme pornô. Perdas. Acordes. Noticiário. Spam. Palavras-cruzadas. Nada. Música alta. Planos. Soneca. Ferro-de-passar. Moedas. Medo. Sonho lúcido. Discovery Channel. Post-it. Lanche. Menos. Fio-dental. Livraria. Torcicolo. Imaginar. Protetor solar. Ausência. Procura. Veneno. Queijo. Mosquito. Parede. Tráfego. Frase. Sol. YouTube. Geladeira. Subtração. Consciência. Solidão. Tempo. Sobretudo tempo.
domingo - 25 de janeiro, 00h35


Teste Bumerangue: novelas

Leia o enunciado com atenção e marque a alternativa correta.

Qual a maior semelhança entre as novelas "Caminho das Índias" e "Os Mutantes" e o programa "Hermes & Renato"?

A) Nenhuma. As novelas citadas são de alta qualidade artística e técnica, diferentemente dos esquetes do Hermes & Renato.

B) Nenhuma, exceto os diálogos, as atuações, a trama, os conflitos e a competência dos atores e redatores.

C) "Eu sou um soldado reptiliano e tenho a missão de acabar com esse planeta". "De todas as histórias dos deuses, a que eu mais gostava de ouvir era a de Krishna". "Acabou comigo, acabou com a minha vida". Quando descontextualizadas, as falas dos personagens poderiam pertencer a qualquer um dos programas acima citados. Isso se chama intertextualidade e revela a alta habilidade literária dos autores.

D) Eu tenho TV a cabo, não preciso assistir novela.

E) A maior semelhança é a qualidade no entretenimento que as três produções oferecem, possibilitando momentos de muita gargalhada e descontração. Além do que, a abertura da outra novela da Record tem como trilha uma música do Wando, na voz do Fábio Jr. Só isso basta para alegrar a minha noite.
quinta - 22 de janeiro, 22h06


Um dia na vida

Hoje eu caminhei, caminhei, caminhei e caminhei sozinho pela cidade. Nessas andanças, tirei algumas conclusões importantes:

1) Eu tô me sentindo bonitinho. Isso é bom;

2) Cês sabiam que tá cheio de gente interessante lá na rua?;

3) Eu havia esquecido que existe muito mais coisa no mundo além do meu computador, meu violão e, claro, eu mesmo;

4) Que verão é este, hein? Quantos dias de calor (calor de verdade, de verão porto-alegrense, digo) nós tivemos, desde 22 de dezembro? Dois? Três? Acho que a primavera esqueceu de ir embora. Ou o verão tirou férias. O que quer que seja, é o melhor para quem fica na cidade.

Pronto. Isto posto, podem comentar.
quarta - 21 de janeiro, 23h30


A fim de dar duro

Noite passada, sonhei que eu tinha um emprego. Eu tinha um chefe. Eu tinha demandas. Eu tinha prazos. Eu tinha até um crachá. Algo me diz que é reflexo de uma expectativa.

Certa vez, ouvi um assessor de porra nenhuma dizer que se queremos arranjar trabalho, devemos espalhar aos quatro ventos que estamos em busca de oportunidades. Por isso, lhes aviso: estou procurando trabalho. Vou precisar de sorte.

Cruzem os dedos por mim.

***

Quando a gente tá na universidade, chovem opções de estágios, freelas e trabalhos. Depois que a gente se forma, tudo isso desaparece da noite para o dia. Parece até que recém-formado tem lepra: ninguém quer por perto.
segunda - 19 de janeiro, 11h13


Sandra de Sá e a batata frita

Eis a melhor versão da música do Tim Maia postada abaixo.

Agradecimentos a MALUKODABRAZA.
domingo - 18 de janeiro, 17h


Formigas atômicas

Eu comprei um saco de pão de sanduíche.

Dois dias depois, as formigas já tinham furado o saco e comido os pães.

Metade deles foi para o lixo.

A metade que sobrou, guardei dentro de uma panela tampada.

Elas entraram na panela e comeram mais um pouco. Mais uma metade para o lixo.

Botei o resto num pote de plástico e guardei na geladeira.

Esqueci de tampar e a geladeira deixou os pães duros feito pedra. Joguei tudo fora.

Hoje, comprei mais um saco de pães de sanduíche.

Como eu aprendo com os meus erros, tirei tudo do saco e guardei dentro da panela de pressão - tampada, naturalmente.

***

Imagino meu pai chegando de surpresa da praia, abrindo a panela e vindo até mim:

- Vitor, por que que tem pão dentro da panela de pressão?

Se eu disser que é para a formiga não comer, pareço paranóico. Por isso respondo:

- É uma panela mágica. A gente coloca feijão, aparece pão. A gente coloca papel higiênico, aparece dinheiro.

Convence, não convence?

***

Ligo para praia e pergunto para minha mãe como ela geralmente lida com as formigas.

- Jogo veneno - ela responde, sem pensar duas vezes.

Eu joguei veneno e elas continuaram vivas. Só consegui matá-las com a leiteira. E não foi fácil.
sexta - 16 de janeiro, 16h20


Transitoriedades

Eu tenho:

Um e-mail que só recebe spam.

Um celular que só presta pra relógio e agenda.

Um blogue no qual só meu irmão e meu amigo comentam.

Um violão que toca prioritariamente Jonas Brothers.

Uma pilha de livros a serem lidos.

Uma televisão ligada por tempo demais.

Uma pasta de MP3 cujo conteúdo eu normalmente não teria no PC.

Uma pena do Obama.

Uma desconfiança da Dilma.

Um livro novo do Millôr.

Uma raiva das formigas.

E uma expectativa:

Sábado tá chegando.
quarta - 14 de janeiro, 20h10


Melhor música da semana

Mas ainda procuro a versão da Sandra de Sá, que é duca.
quarta - 14 de janeiro, 10h52


Improviso que deu errado


segunda - 12 de janeiro, 20h40


Mais uma do Terra

"Dez coisas que você deve aprender com o Batman"

Depois do marido gay, os redatores do Terra continuam extendendo sua criatividade.

A propósito, o Robin deveria ler a matéria sobre o marido gay para descobrir como lidar com o Batman.

Por hora, quem quiser aprender com o morcegão, clica aqui.
quinta - 8 de janeiro, 20h22


Reflexões de um desempregado

Vi a Mariah Carey na Oprah.

Ela disse que seu regime de sucesso a fez chegar ao mesmo manequim dos seus dezesseis anos.

“E agora o meu jeans é do mesmo número que eu usava aos quinze!”

Um dia ela chega aos cinco anos.

Aliás, Mariah Carey é trava e ninguém me convence do contrário.
quinta - 8 de janeiro, 20h10


Problemas que só as mulheres sonsas têm

"Descobriu que seu marido é gay? Saiba como agir"

O Terra mudou tanto o layout quanto as pautas.

Quem tem mardio gay e não sabe o que fazer, clica aqui.
quinta - 8 de janeiro, 13h50


Ata

Ontem, breja com o Walter e a Ana. Na pauta:

- mamilos;
- bunda quente como indício de DST;
- mexicanos e a prevenção às DSTs;
- Calypso (sempre);
- Ivete Sangalo (de novo);
- relembramos a indústria do tapassexo;
- Cláudia Raia.

Outros assuntos se perderam entre um copo e outro.

Ah! Aliás, o preço da cerveja ainda não subiu. Estamos apreensivos.
quarta - 7 de janeiro, 10h25


Aforismo

"Quando percebo que a tradução é assassina, largo o livro, para não me tornar cúmplice do crime."

Antonio Carlos Secchin, poeta brasileiro.

Roubei da Publishnews.

***

Em uma nota lateral, afirmo que descobri só agora que Manic Street Preachers é duca, duca, duca.

Não publico video deles aqui porque não saberia qual música escolher, dentre tantas excelentes.

Resumidamente, vamos dizer que Manic Street Preachers me fez querer comprar um CD pela primeira vez em quase quatro anos.
terça - 6 de janeiro, 15h15


Sobre o sonho

Eu sempre fui muito suscetível aos sonhos. Este blogue é a prova viva disso - dada a frequência de posts que narram minhas aventuras oníricas. Não acho que eu sonhe mais que a maioria das pessoas. Mas suspeito que meus sonhos sejam muito conscientes, porque frequentemente lembro-me de suas narrativas, personagens e conflitos. E também frequentemente sinto que meus sonhos são sinais claros do inconsciente sobre encanações que ocupam minha cabeça durante o dia. Os sonhos trazem-me respostas. Ao despertar pela manhã, tenho a resolução completa de um problema diante de meus olhos, ou uma ideia que a concentração da experiência desperta impede de surgir.

Assim, aposto em sonhos para enxergar o que não consigo ver durante o dia. Acho que Freud falava sobre isso. Os sonhos seriam um processo natural de limpeza do inconsciente, em que as futilidades são descartadas e as relevâncias, arquivadas. Nessa faxina cerebral, surgem respostas aos problemas cotidianos.

Portanto, tenha sempre uma boa noite de sono. A cama é sagrada, não devemos maculá-la com televisão, notebook com wireless ou leituras teóricas. No sono, quem manda é o inconsciente. Deixar-se levar é essencial para a saúde física e psicológica.

***

Isso tudo foi só uma enrolação, porque eu iria contar-lhes um sonho muito gostoso, com uma pessoa muito gostosa, que tive noite passada, mas pensei melhor e percebi que quero guardar isso para mim, porque é improvável que ele se realize e que tudo não passe, infelizmente, de sonho.

O que me faz pensar que sonhos gostosos, com pessoas gostosas, que nunca vão se realizar não passam de tortura. Uma tortura bem gostosa.
terça - 6 de janeiro, 10h40


"Música" do baú

Tenho em mãos uma peça de hemeroteca pra lá de interessante. É a edição de dezembro de 1976 da revista "Música - a nova impressão do som". Dentre os destaques, uma entrevista com a cantora Simone (Bittencourt de Oliveira), que então contava com vinte e sete anos de idade e três de carreira. Sobre a crítica, ela diz:

"Teve gente que já me pichou e já pediu desculpas por jornal. Um sujeito chegou a criticar até meu sotaque de 'córação'. Realmente, não há como responder a tudo isso."

E trinta e três anos depois, ela ainda canta "córação". Ainda há tempo de aprender, Simone.

***

Já o perfil do Ney Matogrosso evidencia o zeitgeist dos anos 70:

"Os dias foram passando. A magia e o colorido do Rio entrando por todos os poros desse 'carioca novo', que não queria nenhum compromisso maior com o sistema, com as pessoas, com nada. Queria apenas viver o 'agora', queria apenas ser livre. Totalmente livre.

(...)
O momento era ideal para o surgimento de algo novo. Totalmente novo, que desse uma sacudida no mundo dos espetáculos. As coisas 'andavam um tanto paradas' e Ney sentiu forças para extravasar toda sua criatividade e, principalmente, sua liberdade. É claro que a reação teria que acontecer. Partiu dos próprios integrantes do conjunto (Nota do blogueiro: Secos e Molhados), que não concordavam com o caminho escolhido, ou antes, assumido pelo cantor. Todos o achavam muito louco, 'mas por que não se pode ser louco?'"

***

Nós, sobreviventes do século XXI, acharíamos graça na sessão de cartas...

"Gostaria que me enviassem o endereço da gravadora de Celly Campello, pois desejo entrar em contato com ela o mais rápido possível. Obrigado."
Hugo José Rosas Giardina - Rio de Janeiro - RJ

"Sou compositor e estou interessado em gravar algumas músicas. Como fazer?
José Petrúcio dos Santos - Maceió - AL
Nos números anteriores da revista você encontrará os endereços das gravadoras. Remeta cópias das letras, datilografadas, ou mesmo fita gravada".

...e na sessão de notas:

"Ike e Tina Turner separaram-se, depois de 20 anos de casamento. Nas gravações e nos palcos continuam juntos"

"Erasmo Carlos cotadíssimo na parada de sucessos holandesa. Sua música 'O Comilão' está entre as mais vendidas."

***

Destaque ainda para o anúncio da Limpatel, que faz desinfecção de telefones.

***

Nos anos 70, havia muitos casos de morte por telefones infectados, imagino.
sexta - 2 de janeiro, 21h01



o espírito de porco olha por este blogue


repolhópolis
o calcanhar do aquiles
filosofonet
te dou um dado?
allan sieber
cagando e andando

vitor.diel@gmail.com


2008
dezembro
novembro
outubro
setembro
agosto
julho
junho
maio
abril
março
fevereiro
janeiro

2007
dezembro
novembro
outubro
setembro
agosto
julho
junho
maio
abril
março
fevereiro
janeiro

2006
dezembro
novembro
outubro
setembro
agosto
julho
junho
maio
abril
março
fevereiro
janeiro

2005
dezembro
novembro
outubro
setembro
agosto
julho
junho
maio
abril
março
fevereiro
janeiro

2004
dezembro
novembro
outubro
setembro
agosto
julho
junho
maio
abril
março
fevereiro
janeiro

2003
dezembro
novembro-outubro
setembro
agosto





compre Granada aqui, aqui ou aqui.


carregando...