Expressão da mais pura genialidade

Clássico dance anos 90, versão Mario Paint.

Eu ganhei o Mario Paint de Natal em 1992, mas nunca consegui compor grandes obras musicais. Admiro que o fez, por isso este video.


quinta - 30 de abril, 11h01


Bumerangue! e a gripe dos porcos

A propósito da mais nova ameaça mundial - a gripe suína -, gostaria de comunicar-lhes que o simpático porquinho aqui ao lado está devidamente vacinado, o que torna este blogue e seus leitores imunes à doença.

Além do que, nem eu nem ele estivemos no México, recentemente.
segunda - 27 de abril, 19h25


Parábola sobre o dualismo corpo e mente

"'Videodrome', de David Cronenberg, será refilmado". Esta é a boa notícia do dia.

É um filme sexy, sinistro e cheio de esquisitices. Quando o assisti, ano passado, imaginei como seria uma refilmagem. Parece que leram meus pensamentos.

Mais informações sobre a empreitada, aqui. Abaixo, um trecho.


segunda - 27 de abril, 15h54


Globalização e seus problemas

No jornal de hoje, foto da Feira Industrial de Hannover, na Alemanha. Dois sujeitos seguram um robô. O da esquerda veste um casaco igual ao meu.

Coreano filho da puta.
segunda - 27 de abril, 10h08


Agora, as novas que lhes interessam

Além do Lula, tem outro assunto que eu não falo mais neste blogue: amigdalite. Podem anotar.

Sentindo-me ibuprofenado e renovado, ponho-me a finalmente atualizar o meu perfil no Blogger. Enumerar os livros, filmes e bandas preferidas é sempre divertido, mas sempre injusto, porque alguém sempre fica de fora. Mas desta vez, esforcei-me tanto ao ponto de ser genuinamente sincero: "Legalmente loira" tá na lista.

Por falar em sinceridade, lembrei agora do jogo "Pega ou não pega - celebridades" e "Pega ou não pega - Ensino Médio" que o pessoal gostou de brincar comigo, na praia, no início do mês. Ao que parece, eles se divertem muito com minhas inclinações liberais e democráticas, quando o assunto é sexo.

O pior é que parte desse jogo está documentado em vídeo para, imagino, ser repoduzido no meu velório, depois que discursarem sobre os grandes feitos da minha vida. Assim, todos os meus esforços e conquistas serão pormenorizados diante de um vídeo gravado em meio a muita cerveja, numa sacada fria de Capão da Canoa. Ó, destino.
quarta - 22 de abril, 21h53


Entre dores e santos

Estive longe do PC nos últimos dias devido a minha condição de saúde: amigdalite, mais uma vez. Sinto-me como se minhas amígdalas estivessem tentando bater o recorde - quantas vezes elas conseguem inflamar em um semestre? Espero que não consigam mais que duas.

Os remédios e o mal-estar tiram minha concentração. Não tenho lido jornal, não tenho acompanhado o noticiário, não tenho acessado sites noticiosos, não tenho saído de casa, sendo esta a pior parte: terça-feira eu deveria ter saído por motivos especiais, mas ardi em febre a maior parte do dia. Diabos. Aos leitores que frequentam centros espíritas, casas de umbanda, mesquitas, sinagogas, templos cristãos quaisquer, por favor, levem meu nome em suas preces. A Priscila falou que amanhã é Dia de São Jorge. Taí mais um santo para o qual apelar.
quarta - 22 de abril, 21h16


Preocupações paternas

Meu pai, trabalhando no Piauí, liga para casa. Minha mãe atende:

- O Vitor tá aqui. Peraí. - Volta-se para mim - Quer falar com o pai?

- Diz que eu mandei um abraço pra ele. - Ela volta ao telefone:

- Ele te mandou um abraço. - Pausa - Mas ele trabalha. Ele é escritor. - Pausa - Mas ele recebeu agora da Feira do Livro. - Pausa - Ele não tem carteira assinada porque ele é autônomo. - Pausa - Ué, problema dele. Vai trabalhar até morrer.
domingo - 19 de abril, 19h15


Recursos modernos que eu uso cada vez menos

Porque nem sempre eles fazem falta.

Download de MP3: nego joga tudo no Youtube, muitas vez em alta qualidade. Diabos que vou baixar para o meu PC.

Cuecas: ótimas para os dias frios. E só.

Telefone celular: uso pouco não porque eu quero, mas porque dificilmente me ligam ou mandam SMS. Tem gente que eu falo muito mais por e-mail do que por telefone.
terça - 14 de abril, 11h28


Quantas piadas dá pra fazer com uma só notícia?

"O presidente da Bolívia, Evo Morales, é visto nesta segunda-feira (13) no palácio presidencial, em La Paz, no quinto dia de sua greve de fome. O presidente parou de comer para pressionar o Congresso a regulamentar a nova lei eleitoral que abre caminho para que ele seja reeleito no pleito marcado para 6 de dezembro. Nesta segunda, Morales liberou US$ 1 milhão para vítimas de deslizamentos em La Paz e participou de um café da manhã com crianças com necessidades especiais."

Piada 1:
Foi-se o tempo em que greve de fome significava abrir mão das refeições.

Piada 2:
Café da manhã não é comida?

Piada 3:
É a relativização da greve de fome.

Piada 4:
Ele não quis fazer desfeita ao convite das crianças.

Piada 5:
- Senhor Presidente, as crianças chegaram.
- Finalmente! O que elas trouxeram?

Original, com foto, aqui.
segunda - 13 de abril, 16h14


Fui, voltei e vocês nem ficaram sabendo

Fui à Capão da Canoa na quarta à noite, voltei hoje pela manhã. Na quinta, dentro da programação da Feira do Livro local, palestrei em duas sessões, às 9h e às 20h. Sem dúvida, foram as melhores edições da minha palestra até agora. Público interessado, participativo, atento e diverso. Fico feliz em ver estudantes de Ensino Médio, universitários, senhores e senhoras compartilhando a mesma experiência.

Durante o feriado, tive a companhia de Walter, Ana, Mallmann e Rafaella. Parcerias em copos e mais copos, músicas e mais músicas, coreografias exóticas e mais coreografias exóticas.

Enquanto estive sozinho, caminhei na praia vazia e saquei que o litoral só faz sentido em baixa estação. Todo aquele espaço vazio e todo aquele céu são impossíveis de serem aproveitados em meio a guarda-sóis, cadeiras, famílias, carros com música alta, cachorros, turba e vendedores de picolé.

Hoje, chego em casa sofrendo de crise de abstinência jornalística e corro para a Zero Hora e para a web a fim de saber o que se passa no mundo, já que o Fantástico de ontem não ajudou muito (ou nunca ajuda, mesmo?).

Agora, muito bem atualizado, o negócio é voltar ao trabalho. Microsoft Word, aí vou eu.
segunda - 13 de abril, 16h


Um novo norte

"'Olhe para Brasília, não para Pequim', diz artigo no 'WSJ'

Um artigo de opinião publicado na edição desta quarta-feira no jornal americano Wall Street Journal destaca que o maior desafio imposto à atual ordem econômica mundial está emergindo do Brasil, Índia e África do Sul, o trio de países que integram o grupo Ibas, e não da China como muitos pensam.

O texto intitulado 'Olhe para Brasília e não para Pequim', de autoria do cientista político Bruce Gilley, ressalta que, ao contrário do que se pensa, as ameaças ao liberalismo global não estão surgindo de regimes repressivos, como a China, mas dos países do Ibas, 'ostentadores de credenciais democráticas impecáveis e de grande peso no cenário internacional'.

Gilley lembra que estes três países, através da coordenação de suas políticas externas, têm conseguido formar uma 'quase aliança' que poderá ter sérias implicações para o sistema internacional e para o seu principal financiador, os Estados Unidos."

Íntegra da nota aqui e íntegra do artigo do Wall Street Journal, em inglês, aqui.

Ibas, Bric, G-20. Os primeiros anos do século XXI entrarão para a história como a era dos grupos multilaterais.
quarta - 8 de abril, 11h45


Viva a natureza!

Fui ao Centro hoje e percebi que o Greenpeace anda escolhendo muito bem seus ativistas. Tô pensando em entrar para a organização.

Ou eu que tô tão precisado quanto o mermão, aquele, das arábias.

Depois de hoje, me sinto muito estimulado a protestar contra o aquecimento global, a caça de baleias, a devastação da Amazônia, a emissão de CO2 e a favor das bicicletas. Desde que aqueles ativistas do Centro peguem junto. Falei?
terça - 7 de abril, 21h


O Bric em 2020

A BBC Brasil preparou um especial online com uma série de videorreportagens prevendo a situação dos quatro principais países emergentes do mundo - Brasil, Rússia, Índia e China - em 2020.

Dentre os destaques, está a provável liderança mundial do Brasil no agribusiness, os desafios da indústria energética russa e os empecilhos que a desigualdade social na Índia poderá trazer ao seu crescimento econômico.

Jim O´Neill, economista-chefe do banco de investimentos Goldman Sachs, cunhou o termo Bric, em 2001, para designar estes quatro países, os quais poderão ser os motores da economia mundial nos próximos dez anos.

Em entrevista, O´Neill diz que o Brasil é o emergente mais bem posicionado na atual crise econômica, devido à diversificação de sua matriz industrial na última década, o fortalecimento de seu mercado interno e a aplicação de regras sociais e políticas para a manutenção da estabilidade econômica.

Quem quer ver, e todos deveríamos, clica aqui.
domingo - 5 de abril, 22h44


Sobre a cidade

"Acho que qualquer cidade pode despertar o nosso amor, basta querermos nos apaixonar pelo lugar onde moramos."

Bruna e trEPA! de volta. Colo este pensamento aqui porque ele me lembrou alguém - que talvez não seja leitor deste blogue.
sexta - 3 de abril, 12h05


Jogo das Definições 2

Estimulado por alguns resultados anteriores, volto a realizar o Jogo das Definições, com novas palavras. Ei-las:

Gretchen: quanto mais tempo demora, mais violento vem.

Sucesso: algo cujo excesso prejudica a todos os envolvidos.

Beleza: é como um colchão de molas.

Império: algo que a tecnologia moderna aperfeiçoou.

Luana Piovani: algo que, depois de lavado, é plenamente reutilizável.

Medo: algo que não funciona de cabeça para baixo.

Sabotagem: é o que todo mundo quer ver na televisão.

Deus: algo que esquenta, esquenta, esquenta e depois esfria.

MPB: algo que se não vem pela frente vem por trás.

Culpa: com molho é melhor.

Vingança: geralmente deixa a desejar.

Morte: quando cai no chão, faz um estrago danado.

Rita Cadillac: ocupa mais espaço do que deveria.

Paz: não funciona no verão.
quarta - 1° de abril, 13h34


O Jogo das Definições

Seduzido por uma ideia do (mais uma vez, ele!) Millôr Fernandes, me pus a praticar o seu Jogo das Definições, tal qual apresentado em sua obra "Trinta anos de mim mesmo" (Editora Desiderata, 2006), em texto da página 95.

Escrevi catorze palavras aleatórias e catorze definições amplas - estas não necessariamente relacionadas àquelas -, recortei em pequenos pedaços de papel e joguei tudo dentro de um saco. Ao juntar-se uma palavra com uma definição qualquer, tem-se a diversão. Vide abaixo:

Blogue: uma piada ruim.

Democracia: algo que deixa marcas indeléveis.

Internet: doce no início, amargo com o tempo.

Dinheiro: dispensa apresentações.

Humanidade: uma piada pronta.

Conta bancária: algo que deve ser feito às claras.

Brasil: metáfora da vida.

Amor: dói mais que o parto.

Penetração: algo que só faz sentido debaixo d´água.

Obama: parece um torpedo.

Flatulência: quanto mais ausente, mais valioso.

Sexo: vai e volta com o tempo.

Lula: algo que todo mundo quer.

Tempo: parece piada, mas não é.
quarta - 1° de abril, 12h22



o espírito de porco olha por este blogue


repolhópolis
o calcanhar do aquiles
filosofonet
te dou um dado?
allan sieber
cagando e andando

vitor.diel@gmail.com


2009
março
fevereiro
janeiro

2008
dezembro
novembro
outubro
setembro
agosto
julho
junho
maio
abril
março
fevereiro
janeiro

2007
dezembro
novembro
outubro
setembro
agosto
julho
junho
maio
abril
março
fevereiro
janeiro

2006
dezembro
novembro
outubro
setembro
agosto
julho
junho
maio
abril
março
fevereiro
janeiro

2005
dezembro
novembro
outubro
setembro
agosto
julho
junho
maio
abril
março
fevereiro
janeiro

2004
dezembro
novembro
outubro
setembro
agosto
julho
junho
maio
abril
março
fevereiro
janeiro

2003
dezembro
novembro-outubro
setembro
agosto





compre Granada aqui, aqui ou aqui.


carregando...